Dicas p/ mamãe

Pediatra dá dicas dos principais cuidados com recém-nascidos

Quando nasce um bebê, junto com ele nasce um pai, uma mãe e a dúvida: será que estamos fazendo certo? Para sanar algumas questões, o pediatra, Paulo Borcher, esclarece alguns pontos sobre os cuidados com um recém-nascido.

Melhor maneira para dormir

Nos primeiros dias de vida do bebê é bom que ele durma no berço ou no próprio carrinho no mesmo ambiente que os pais. A proximidade ajuda a atender as necessidades do recém-nascido mais rapidamente, até mesmo no caso dele engasgar durante o sono. Dormir na cama dos pais não é aconselhável. Outro item importante é quantidade de roupa. Não exagere. Avalie bem a temperatura para não correr o risco de superaquecer a criança.

Até os cinco meses tente manter o neném sempre de barriga para cima na hora de dormir e por mais que seja fofo e pareça confortável, não coloque bichinhos, travesseiros e proteção de grade no berço, esses elementos podem asfixiar seu filho.

Choro persistente

A forma de se comunicar com os pais é o choro, dessa maneira ele consegue expressar o que sente: cólica, fralda precisando trocar, frio ou calor. Na hora da fome surge o choro contínuo que só cessa quando o neném mama.

Cuidados especiais com o umbigo

Não se preocupe em preservar essa área, ela pode ser lavada no banho, assim como o resto do corpo, com água morninha e sabão neutro. O importante é depois do banho, passar o álcool 70% para ajudar a secar o umbigo e ele cair.

A dor e a delícia da amamentação

A escolha de como será a amamentação do seu filho é sua. Algumas seguem a rotina de três em três horas, mas o bebê que mama no peito pode, e até é recomendado, utilizar o método de livre demanda. Quando ele estiver faminto, mama.

É importante colocar a criança para arrotar depois da mamada, isso libera o ar que ela engoliu enquanto era amamentado. No seu colo, em pé e encostado no seu ombro, ajude com leves batidinhas nas costas. Em alguns casos o arroto não vem, então procure deitar a criança sobre o lado direito e não a deixe sozinha.

Se por acaso o bebê sofrer um engasgo enquanto mama, vire-o imediatamente de barriga para baixo, segurando em seu peito para a cabeça ficar mais baixa do que o resto do corpo e de tapas levinhos em suas costas. Ele vai colocar o leite para fora e vai melhorar. Cheque sempre a boca de seu filho para ver se a língua não está enrolada. Nesses casos, desenrole com o dedo.

Lembre-se: o leite materno supre toda a carência por líquidos. Não é preciso oferecer água e nem outros produtos.

Categorias